Viagem

Como está sendo nossa adaptação no Chile

Passamos por diversos tipos de adaptação ao longo da vida e se adaptar em um novo país está sendo um desafio.

Sou mãe de quatro filhos, dois adolescentes e dois na fase infantil. Os adolescentes estão no Brasil e o Herik vem para o Chile ano que vem (2019) e os pequenos vieram comigo para o Chile em setembro (2018).

Heithor e Miguel estão se adaptando muito bem, embora o clima seja muito diferente do nosso Rio de Janeiro (clima quente, chega à fazer 40°/46° no verão), eles se acostumaram com o tempo frio aqui de Castro/Ilha de Chiloé (16°/20° no verão), a alimentação com pouca variedade no cardápio (comemos frango quase todos os dias), a cultura e principalmente o idioma, para os meninos nada está sendo empecilho para uma boa vivência e convivência no novo país.

Meu marido já vive aqui desde 2017 e já está bem adaptado ao clima, cultura e fala bem o espanhol. Posso dizer que hoje, estou mais acostumara com a vida aqui, o clima vai continuar sendo meu ponto fraco, gosto muito do calor, sou uma típica carioca rss com relação a alimentação, sinto falta de muita coisa coisa que vou tentando substituir por algo semelhante daqui. Quanto ao idioma, não sou fluente, mas dali um pouco de espanhol e arisco dizer que em 1 mês já estou fluente.

Vou compartilhar os pontos positivos e os negativos de morar no Chile. Lembrando que, essa impressão pode mudar ao logo da nossa vivência aqui.

Pontos positivos: 

Tranquilidade, segurança, educação e cultura.

Aqui é um lugar muito tranquilo, temos segurança e podemos andar na rua com tranquilidade a qualquer hora do dia. As escolas são muito boas, inclusive as de ensino público, funcionando em horário integral com muitas atividades como arte e esportes.

Pontos negativos:

Poucas opções de comida e custo de vida alto.

No Brasil temos muitas opções de comidas, acompanhamentos, molhos, … Aqui no Chile, comemos muito frango, praticamente todos os dias, a carne custa bem caro, até mesmo a considerada inferior no Brasil, se quisermos manter a alimentação, vai sair bem caro a compra do mês. Com isso e entre outras coisas, justifica o custo de vida aqui é bem caro, até mesmo para levar uma vida simples, gasta-se equivalente a uma vida “classe média” comparado ao Brasil. 

20 comentários em “Como está sendo nossa adaptação no Chile”

  1. que bom que as crianças estão se adaptando bem, e que vc esta quase fluente já, me supreende com o custo de vida ser mais caro que no brasil, mas tenho certeza que logo voces vão conseguir se adaptar completamente

    Curtir

  2. É incrível a capacidade das crianças se adaptarem. Todo lugar tem o seu lado positivo e negativo, só não se pode deixar a saudade tornar o lugar de origem um lugar perfeito.

    Curtir

  3. Como vc disse no começo, passamos por muitas adaptações na vida
    e é isso que é saber viver, é saber lidar com cada situação pois tudo se torna uma novidade
    para crianças é sempre uma diversão né?
    mas tudo da certo
    bjs

    Curtir

  4. oi!
    Eu acho que para as crianças a adaptação é bem mais fácil, mas morar em outro pais vale a pena não só pela experiencia mas também pelo aprendizado…

    Curtir

  5. Nossa mulher, admiro a sua coragem! por mais que adaptação seja dificílimo o importante é continuar a lutar por suas metas! força & muito sucesso!

    Curtir

  6. Acho que para mim que sou vegetariana seria mais ok essa parte, pois não preciso comprar nenhum tipo de carne… mas mesmo assim viver longe do tempero brasileiro é cruel, fora algumas outras coisas.

    Curtir

Deixe uma resposta para Joana D'arc Cancelar resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s