Lifestyle, Viagem

Descobrindo um novo idioma na infância

A idéia surgiu quando estávamos cogitando a possibilidade em morar fora do Brasil. Meu marido começou a buscar trabalho nos Estados Unidos, mas para conseguir uma vaga, a fluência em inglês seria indispensável e tanto Bruno quanto eu, não eramos fluentes e falavamos somente o básico, passamos a estudar em casa, com métodos simples que facilitariam o nosso dia a dia.

Bruno era super dedicado e confesso que eu não me dedicava tanto quanto deveria, o trabalho, casa, filhos, … Consumia todo meu tempo e para manter o ritmo de estudos, ficava muito cansativo. Estudamos em casa, não frequentavamos curso, somente assistíamos vídeo aulas como método principal, filmes e séries em inglês para ajudar pronúncia e fazíamos diálogos e substituição de palavras em português para o inglês. Bruno teve a idéia de colar dicionários com a pronúncia pelos cômodos da casa, contendo palavras de acordo com o ambiente.

Toko tinha 1 ano e meio e estava aprendo a falar, de tando ouvir os diálogos e os vídeos com várias repetições diárias, passou a aprender suas primeiras palavras em inglês. Aproveitamos esse interesse e facilidade por parte dele em aprender, para introduzir os dois idiomas.

Meu marido estava participando de um processo seletivo e esse foi o gatilho que faltava para intensificar os estudos. O destino seria os Emirados Árabes, então resolvi aprender algumas palavras básicas em árabe, mas, o foco maior continuava sendo o inglês. Bruno aprendeu inglês sozinho, em casa, estudando com vídeos, livros, filmes, … sem fazer curso e conseguiu ficar fluente. A partir daí, percebemos que seria sim possível aprender em casa.

Toko já estava indo muito bem no inglês, aprendeu os números, cores, pequenas frases, … E estávamos muito orgulhosos dele. Duda e Herik, não tinham muito interesse e resolvi não obriga-los a estudarem, tudo no tempo deles, até então eu não tinha o Kekhaj.

Mesmo com o desenteresse deles, eu sempre buscava chamar para aprender uma palavra nova e em momentos de descontração e funcionava, aprender brincando é mais fácil.

As crianças tem facilidade em aprender tudo que lhe é proposto, usando um método dinâmico e divertido, torna tudo mais fácil evitando o desgaste e despertando o interesse em aprender cada vez mais.

Acompanhe nossas aventuras também pelo canal Mãe de Fases

youtube.com/maedefases

9 comentários em “Descobrindo um novo idioma na infância”

  1. Essa é a idade certa para estimular o aprendizado de um novo idioma, pela facilidade que as crianças tem com o aprendizado.

    Curtir

  2. Acredito que a melhor idade pra se aprender é nessa idade mesmo, criança.. Tem a mente mais limpa e o aprendizado é mais eficiente.

    Curtir

  3. eu tenho tentado aprender ingles em casa, realmente se a gente se dedica não é assim tão dificil, crianças aprendem numa velocidade bem maior que a nossa isso é muito bom

    Curtir

  4. Eu adorei teu post, parece que tu tá contando pra amigos da forma que escreveu. E adorei também a tua descrição, vou me inscrever no teu canal e começar a seguir teu blog. Beijo
    mundodenati.blogspot.com

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s