dicas

A importância de ter um domínio próprio

No post de hoje vou compartilhar com vocês sobre as vantagens de ter um domínio para o seu blog. Espero que gostem e leiam o texto até o final.

Pra quem já tem um blog ou esta pensando em criar um, o domínio é muito importante, é através dele que personalizamos o endereço do site e email. Algumas blogueiras, por está começando, não dão importância para comprar um domínio e deixando para registrar depois que começam a crescer e ganhar seguidores e isso não é bom.

O domínio, para quem não conhece, é o nome do seu blog .com, .com.br, .gov, … ponto alguma coisa. Quando comecei, a primeira coisa que fiz foi me informar mais a respeito da parte burocrática, pesquisei em sites e assisti alguns vídeos no youtube, levantei as informações necessárias para dar os primeiros passos. Após ter escolhido o nome, fui no site do registro.com e verifiquei a disponibilidade do nome, estava disponível e finalizei a compra. Lembrando que, nem sempre o nome que você escolheu vai esta disponível, muitas das vezes ele já esta registrado, nesse caso, aconselho a escolher outro nome.


Depois do domínio registrado, você pode criar o site e email personalizado, fazer cartão de visita e identidade visual, para dar mais credibilidade a sua marca e mais segurança aos seus seguidores e futuros parceiros, lembrando que: Domínio e marca são 2 coisas diferentes. O próximo passo é o registro de marca, mas, esse é um assunto para o próximo post. Até lá!

mãe de fases

Empreendedorismo Materno

Olá manas, no post de hoje, vou compartilhar com vocês, um pouco dessa realidade, no qual estou me aproximando aos poucos, que é o empreendedorismo materno ou mãe empreendedora.

Trabalhar em uma boa empresa, ter um salário razoável e oportunidades de crescimento, é o sonho de qualquer pessoa, mas, quando nos tornamos mãe, vem a tona alguns medos e inseguranças na vida profissional.

Após o período de licença maternidade, sabemos que pela frente, vamos encontrar muitos desafios, principalmente, para conciliarmos o tempo entre casa, filhos, trabalho … Parte o coração, ter que deixar aquele bebezinho em casa, passar o dia todo no trabalho, afinal, não queremos perder a independência financeira, mas também não queremos terceirizar a maternidade e perder esse momento tão especial, que são os primeiros meses de desenvolvimento do bebê. Pensando nesse dilema, que algumas mães encontram nesse primeiro momento, que algumas resolveram ser donas do seu próprio negócio, com uma carga horária acessível e conciliar esse home office com as atividades maternas.

Empreender pode uma boa saída para muitas mamães, mas, não é algo simples e fácil, tem que atentar para complexidade. Ser empreendedora, requer tempo, planejamento, objetivo, e muita força de vontade pra fazer acontecer. Durante a maternidade, sentimos falta de produtos ou serviços, que não são acessíveis ou que tenham pouca oferta, é ai que conseguimos notar a oportunidade de negócio, oferecer algo no mercado, cujo a demanda é grande e a oferta é pequena dentro do nosso nicho materno.

Espero que tenham gostado, no próximo post, vou compartilhar algumas dicas, de como começar nesse universo de mãe empreendedoras.